Fiscalização sanitária: O que fazer quando ela aparecer?

 em Alimentos e Bebidas, Consultoria, Hotéis, Restaurantes, Supermercados, Validade

Se você tem um estabelecimento voltado à alimentação, uma coisa é certa: em algum momento a fiscalização sanitária irá aparecer para fiscalizar se você está ou não dentro das normas e diferente do que muita gente pensa, isso não é nenhum tipo de perseguição, trata-se de algo normal e recorrente em bares, restaurantes, hotéis, supermercados e afins. 

 

Embora as visitas de fiscalizações sejam normais, é muito comum que proprietários e proprietários fiquem nervosos. 

 

Se seu estabelecimento estiver dentro das normas e contar com o apoio de uma empresa de consultoria alimentar é importante saber que não há nada a temer. 

 

Contudo, como esse é um assunto delicado e recorrente, resolvemos criar um artigo especial para mostrar o que precisa ser feito quando a fiscalização sanitária aparecer. Não deixe de conferir!

 

O cliente é seu primeiro fiscal

 

Antes da fiscalização sanitária aparecer no seu estabelecimento é importante ter em mente que o cliente é o seu primeiro fiscal. 

 

Como se sabe é o cliente quem determina o sucesso ou fracasso de um estabelecimento do ramo alimentício. 

 

Cuidar para que o cliente sempre tenha um bom atendimento, segurança alimentar, se sinta confortável com relação à limpeza e saia feliz é antes de mais nada, o primeiro passo para evitar problemas futuros. 

 

Atenção na pandemia deve ser redobrada 

 

Outro ponto importante com relação à higiene diz respeito às normas de segurança com relação à pandemia de Covid-19.

 

Para funcionar de maneira segura e adequada, bares, restaurantes, supermercados precisam seguir à risca normas e medidas que evitem a transmissão do Sars-Cov2. 

 

Clientes estão mais exigentes e também mais atentos a essas questões e hoje, os próprios consumidores podem fazer denúncias dessa natureza à vigilância sanitária. 

 

O que fazer antes da fiscalização sanitária?  

 

Já dizia o velho ditado: “é melhor prevenir do que remediar”

 

Se no dia a dia sua equipe de colaboradores se empenha para manter tudo em ordem, dentro da legislação, certamente a visita vai ocorrer de maneira tranquila. 

 

A dica aqui, é muito simples: trabalhe sempre como se fosse um dia de fiscalização. 

 

Logo, atitudes corretas em um estabelecimento alimentício devem ser regras e não exceções. 

 

Assim, dentro dessas atitudes diárias devem estar inclusas:

 

  • Limpeza de ambientes, equipamentos e utensílios;
  • Identificação correta e adequada dos alimentos;
  • Controle de estoques e prazos de validades;
  • Manutenção do controle de pragas e vetores urbanos;
  • Manutenção da limpeza da caixa d´água;
  • Monitoramento e registro de temperaturas;
  • Utilização de EPIs;
  • Manutenção preventiva de equipamentos;
  • Manejo adequado dos resíduos. 

 

A dica aqui é simples: Não espere uma fiscalização sanitária aparecer no seu estabelecimento para descobrir que há algo errado. 

 

Assim, contar com uma empresa de consultoria alimentar é a melhor maneira de se manter dentro da legislação e evitar problemas futuros. 

 

Direitos e deveres do estabelecimento alimentício 

 

Um ponto importante de se ter em mente antes da fiscalização sanitária é que todo estabelecimento alimentício possui direitos e deveres. 

 

Para facilitar a sua orientação, separamos seus direitos e deveres para quando o fiscal aparecer. 

 

Direitos 

Os direitos do seu estabelecimento são:

 

  • Ter uma notificação por escrito de documentos exigidos pelo fiscal e um comprovante de documentos enviados;
  • Defender e contestar afirmações com as quais não concorde;
  • Não sofrer penalizações até o término do processo administrativo;
  • Ter condições de prazos e maneiras de entregar alguma documentação exigida. 

 

Deveres 

Da mesma forma que existem direitos, também há deveres por parte da sua empresa. São eles:

 

  • Tratar o fiscal com respeito;
  • Fornecer um local e condições adequadas para a fiscalização;
  • Apresentar os documentos exigidos por lei. 

 

fiscalização sanitária o que é

 

Como agir quando de fato a fiscalização sanitária ocorrer? 

 

O primeiro ponto de ação quando a fiscalização sanitária ocorrer é receber o fiscal de maneira educada, tirar as suas dúvidas e comprovar que os procedimentos do seu estabelecimento estão dentro da normalidade. 

 

Caso o fiscal não encontre nenhum tipo de irregularidade, ótimo! Vida e trabalho que seguem. 

 

Entretanto, caso haja alguma irregularidade sanitária, o estabelecimento é orientado e sofre uma autuação. 

 

Essa autuação pode ser uma multa, interdição ou apreensão de equipamentos. 

 

Caso você não concorde com essa decisão do fiscal, é possível apresentar a sua defesa ou impugnação dentro de um prazo de dez dias corridos. 

 

Essa defesa é feita por escrito, em duas vias com os dados do estabelecimento e assinada pelo proprietário. É anexada à defesa uma cópia do auto de infração e dos termos de penalidade que foram impostos. 

 

A penalidade só será aplicada depois da análise da defesa. 

 

Diferente do que muita gente possa acreditar, um estabelecimento pode sim ser interditado na primeira visita, mas isso só acontece se ele for considerado como um local de risco iminente à saúde pública. Um estabelecimento que anda dentro das normas sanitárias, jamais será interditado. 

 

Um ponto importante aqui é compreender que o papel do fiscal é, antes de mais nada, prevenir e orientar. 

 

Caso alguma situação incômoda ocorra durante a fiscalização, é possível afirmar às autoridades competentes. 

 

Receba uma avaliação gratuita 

 

Agora que você já sabe tudo sobre fiscalização sanitária não se preocupe.

 

O fiscal apareceu? Respire fundo, lembre quais são os seus direitos e deveres e respeite o profissional. 

 

Além disso, conheça os seus processos, defenda-os e sempre os aperfeiçoe. 

 

Uma ótima forma de ter zero preocupação com a fiscalização sanitária se dá por meio da contratação de uma empresa de consultoria alimentar. 

 

Hoje a All Feed é uma das empresas de consultoria alimentar mais respeitadas no ramo.

 

Com anos de experiência e um time de profissionais capacitados, contar com os serviços da All Feed é sinônimo de um estabelecimento seguro e funcional. 

 

Solicite um orçamento gratuito e sem nenhum tipo de compromisso por meio deste link.

 

Pensou em conformidade e segurança sanitária, pensou All Feed.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

doação de comida lei
×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?